round image on layout top

A sapeca do cabelo cor de margarina

5 de julho de 2011 por Déa divider image

Com um projeto 365 impecável, onde as cabeçudas são parte do show, Mic Rocha vem se destacando em meio ao mundo blythe. Ela é a prova de que uma boneca não precisa ser customizada para ser facilmente reconhecida e cheia de personalidade. E a nossa destaque desse mês é a loirinha Penny. Saiba mais sobre ela com as palavras da própria Michelle:

Imaginem uma pessoa que foi sugada para o mundo sem volta das blythes; e, que todo dia tem um surto blytheiro (existe essa palavra?). Imaginaram?  Então, essa pessoa sou eu. E, essa é a história de amor de uma menina e sua segunda, diga-se terceira, Blythe.

Com a chegada da Fedra, fiquei ainda mais apaixonada pelas cabeçudas e senti a necessidade de ter uma segunda filha. Assim, a Briseida veio aqui para casa. Mas, sabe quando não rola sentimento? Você olha para a doll, a doll olha para você; e, não era para ela ser sua… Fiquei arrasada com o fracasso dessa relação; e, comecei a sonhar com uma loirinha de cabelo cor de margarina e sorriso maroto.

Com o tempo, diga-se dinheirinhos no bolso, o sonho começou a tomar forma; e, a necessidade de ter uma nova Blythe só foi crescendo. Mergulhei no universo das cabeçudas; e, procurei, procurei e procurei por uma garotinha que tivesse o meu amado cabelo cor de margarina (bem do tipo gema de ovo, sabe?); e, um sorriso que me fizesse feliz só de olhar. Quando vi a Calolina, da Tati, não tive dúvidas, precisava de uma CO para realizar esse sonho!

E, no dia 22 de setembro de 2010, esse sonho chamado Penelope se realizou. Ela era simplesmente linda e perfeita! Ela conseguiu superar todas as minhas expectativas. A Penny, como as tias do Flickr e eu chamamos, chegou toda tímida e desconfiada. Acho que estava assustada com os apertos que eu dava/dou nela. Mas, aos poucos, ela foi se descobrindo e me mostrando a garotinha que ela é. E, que garotinha moleca!

A Penny é uma criança sapeca, colorida e cheia de carinho. Ela adora desenhos animados, todos os tipos de brinquedos e band-aids coloridos que cobrem o seu joelho, cotovelo e tudo mais que estiver machucado. A minha garotinha tem uma relação mega especial com a Nike, sua irmã. E, claro ama todas as outras, inclusive a Fedra – que tem uma forma peculiar de carinho com as irmãs. ~risos~


Quase um ano depois da chegada da Penny, encontrei uma falha no blush dela que fez com que o meu carinho por ela evaporasse. Com uma dor gigante no coração coloquei a garotinha para adoção. Em um dia, ela achou uma nova mãe; e, meu coração ficou apertado. Sabe quando você sente que não era para ser assim? Mas, trato é trato. E, lá fui eu colocar a minha sapeca, digo ex-minha sapeca na caixa.

Organizando as coisas, meu namorado viu duas manchinhas na Penny. Pois é pessoas, eu tenho um problema de visão que me limita um pouco; e, logo não consegui ver essas falhas… Como até o momento da postagem não havia conseguido conversar com a futura mamãe, ofereci, mediante email, oportunidade de devolução. Ninguém gosta de ser enganado, não é? E, quem sou eu para fazer isso com os outros.

Sendo assim, enviei a Penny e esperei pela resposta da futura mamãe. Ao abrir a caixa, ela disse que as não se encantou com a cor do cabelo da garotinha (meu amado cabelinho cor de margarina). Daí, só tive certeza de uma coisa, a minha sapeca voltaria e daqui não sairia mais. Alguns dias depois; e, vários dinheirinhos a menos, a Penny chegou toda linda e prosa no apartamento 204. A falha no blush que por um momento havia sido gigantesca, agora não era nada. O que importava é que ela estava comigo e que aqui ficaria para sempre!

Hoje, tenho quatro garotinhas, uma que está a caminho, vários dinheirinhos a menos; e, um sorriso de felicidade gigante. Sou completamente apaixonada pelas minhas meninas! E, em especial pela Penny que voltou para casa. Em nenhum momento me arrependo de ter readotado (hello, essa palavra existe?) a minha patinha. Ela pode não ser perfeita, mas oi? A beleza não está nos olhos de quem vê? E, para mim ela é linda e me enche de alegria!

Em tempo, a Penny se tornou a preferida da vovó. Sempre está na bolsa e participa das melhores saídas Advinha quem não está gostando nada desse sucesso? ~risos~

 

Pra saber mais sobre a Mic Rocha e sua família de plástico, acesse o flickr dela: http://www.flickr.com/photos/51393599@N03/

Blytheira, possuidora de duas mãos esquerdas, rainbow freak, metida a engraçadinha e dona da Columbia!

Déa

Ver todos os posts de Déa
Andréa's website


5 Responses to A sapeca do cabelo cor de margarina

  • sensacional!!!! foi uma das melhores historias de blythe que eu ja vi… e quanto aos menos dinheirinhos… ahuahuah nao sei o dinheirinhos ha tempos…

    Responder


  • Quando a Mi colocou a Penny pra adoção, doeu o meu coração tbm. Tenho uma teoria com blythes, ainda mais essas que a gente brinca mesmo, elas ganham pequenas cicatrizes, manchinhas, pintinhas, como a gente, e todas essas pequenas imperfeições fazem parte da história delas e as fazem mais únicas ainda.
    Adoro a família Mi-Fedra-Penny-Nike-Cass!

    Beijos

    Responder


  • Acompanhei a a adoção da Penny pelo Flickr, fiquei tentando entender o pq .-.

    Senti um aperto enorme vendo a Nike chorar >.< … mas quando vi que ela voltou *-* até me emocionei .

    Lindas

    Responder


  • Me lembro de quando a Penny foi para a adoção enloqueci mandei Fm(mesmo sem ter dinheiro) e só conseguia pensar se a Penny vai ter um novo lar vai ser a minha casa,mas ai ela já tinha achado uma mãmae,no dia que soube que a garotinha do cabelo cor de margarina voltaria pirei de alegria

    Responder


  • Emocinei!!!! Que história linda!!!!!!!!!!!

    Responder


O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment


Username*

Email*

Blog / Homepage?



bottom round image

footer blue big nice

footertop right
Copyright © by Blythe.com.br | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Dueto.net.