É sempre difícil falar de si mesmo.

Meu nome é Nataly e eu sempre tive uma mania esquisita de querer consertar coisas. Desde pequena desmontava meus brinquedos pra ver como funcionava e remontava pra testar a minha habilidade de fazê-los funcionar novamente. Fora muitas portas, armários e outras coisas de casa que eu consertava.

Sempre fui muito curiosa e quando criança tinha muitas bonecas e pelúcias, mas também colecionava sapatos de bonecas e moedas. Passei a vida toda querendo fazer algo de bom para o mundo. Penso que a única coisa real que você deixa pra trás quando você morre é seu nome e por isso quero que meu nome seja sempre lembrado com carinho.

É inevitável você fazer inimizades ao longo da sua vida. Ou pessoas especiais virem e depois irem embora. Mas assim é a vida e eu tenho aprendido muito, principalmente nesse nosso meio lúdico. Às vezes brilhante e colorido, às vezes escuro e cheio de espinhos.

Comecei minha coleção real em 2007 com barbie collector e em 2008 eu vi a primeira blythe da minha vida, no Ebay. Era uma boneca customizada pelo artista Anai e ela tinha uma peruca colorida e eu me apaixonei profundamente por aquela boneca com cabeção. Mas meu emprego pagava muito pouco e eu só pude comprar Basaaks na época e algumas Pullips. Na verdade, as Pullips me fizeram esquecer das Blythes por um tempo. Comecei a costurar pra elas e revender itens de barbies que serviam em Pullips e Blythes.

Logo no fim de 2008 eu consegui comprar a minha primeira Blythe original, uma Nicky Lad. Nunca vou esquecer dessa boneca. Foi uma conquista. Infelizmente, quando você é adulto, você precisa fazer escolhas e ter prioridades e essa foi a primeira vez que me desfiz das minhas bonecas, incluindo essa Blythe original.

No ano seguinte as coisas começaram a melhorar e como eu ainda tinha uma Pullip (Naomi) que eu usava de modelo pra fazer minhas roupinhas, comecei a conhecer mais pessoas e me envolver mais com as pessoas e fiz a minha primeira customização para uma amiga de hobbie, uma Mod Molly para a Sibely, pessoa que eu tenho muito carinho até hoje.

Já em 2010, eu reencontrei uma amiga muito querida da época de faculdade e ela me deu o maior presente que eu poderia ganhar: Ela deixou a Rosie (uma Rosie Red Encore) em minhas mãos como presente. Nas palavras dela: "Eu sei que essa boneca será muito amada e não consigo pensar em alguém melhor pra ficar com ela". A Rosie ficou comigo por mais de 10 anos, até eu infelizmente ter que abrir mão dela também.

Esse período de Pandemia devido ao vírus mutante Sars-Covid, tem sido extremamente complicado em muitas áreas da minha vida. Mas levo no meu coração a frase de que nunca é tarde pra recomeçar.

Já mudei o nome da minha loja e minha assinatura diversas vezes. Fiz mais de mil customizações durante todo esse período de quase 12 anos porém decidi recomeçar a contagem ano passado, quando mudei minha marca para Bunny Carnival. Hoje estou na custom de número 65, mas acredito chegar ao número 100 em breve.

Neste ano eu percebi que ainda precisava mudar muitas coisas em mim, no meu trabalho e na forma que eu vejo o mundo, então decidi reunir minha marca de bonecas com minha marca de cosméticos e hoje oficialmente posso apresentar pra vocês a Bunny&Milky. Tenho muitas ideias e muitos planos pra esse recomeço e, assim como diz a imagem da minha loja: I'ts never too late to be YOU.

Todo meu amor,

Nataly